DEFINIR PREÇOS DE FORMA CORRETA

Como definir bons preços de produtos e não ter prejuízos?

Em uma indústria química, são inúmeros os processos que devem ser analisados por gestores. E a precificação de produtos para venda, é um exemplo. Mas, você sabia que o software ERP também pode simplificar essa gestão?

No post anterior, ressaltamos como a tecnologia pode auxiliar, de diversas formas, uma indústria. Utilizamos o segmento de cosméticos como exemplo, um dos setores mais expressivos a nível mundial, para destacar como o sistema ERP pode auxiliar a gestão.

E, naturalmente, todos os benefícios também se adequam à indústria química. Uma vez que o principal objetivo da ferramenta é integrar os dados da empresa, tornando-os mais acessíveis e operacionais.

Mas, voltando assunto anterior. Quando falamos de precificar produtos, sabemos que a análise deve ser estratégica, e sempre atualizada com os valores de mercado.

Quer saber como o software ERP pode colaborar positivamente para esse processo? Continue acompanhando para descobrir!

Conte com a tecnologia para a melhor gestão

É sabido que a tecnologia consiste em uma aliada essencial a qualquer negócio. Principalmente quando o assunto é otimização de processos e aumento na performance das equipes.

Segundo dados já veiculados anteriormente em outras postagens, a adesão de uma empresa a um software de gestão pode aumentar a receita em até 70%. E o que é melhor, amplia o nível de desempenho dos colaboradores em 78%. Números expressivos, certo?

Sabendo disso, não investir em um software de gestão, como é o caso do ERP, é uma estratégia incompatível com um mercado cada vez mais exigente. Por isso, buscar por ferramentas que integram e centralizam as informações garante, principalmente, a longevidade da empresa ou da indústria.

Dito isso, vamos descobrir como o software ERP auxilia um gestor a, sobretudo, precificar seus produtos, evitando prejuízos. Continue lendo para saber mais!

Coloque cada gasto na ponta do lápis!

É certo que, em uma indústria química, a precificação é uma das atividades de maior importância. Isto é, definir valores para a venda de cada mercadoria. Até porque, é nessa etapa que é definida, ou ao menos deveria ser, a lucratividade da empresa.

No entanto, apenas cogitar valores e projetá-los não é o bastante. Os números devem fazer sentido, até mesmo para evitar prejuízos financeiros à organização ou à indústria.

Dessa forma, o preço de um produto não deve ficar nem muito abaixo nem muito acima do padrão de normalidade. Em outras palavras, deve haver um equilíbrio, ou uma lógica.

É claro que, antes de qualquer operação matemática que envolva a definição de preços, é necessário levar em conta alguns fatores.

Para calcular o preço de venda de um produto é importante avaliar o mercado, a concorrência e, ainda, levar em consideração todos os custos relacionados com a produção, tais como gastos em:

  • Matéria-prima;
  • Mão de obra;
  • Tempo de produção;
  • Impostos;
  • Equipamentos;
  • Água;
  • Luz;
  • Outros (ex: telefone).

Enumerando cada item, fica mais fácil visualizar o que tem sido gasto desde então. Até mesmo para realizar um comparativo após a implantação do sistema ERP.

Vale lembrar que esses valores vão variar de indústria para indústria e, algumas vezes, de produto para produto também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *